Governo

640x128

 

O vereador mossoroense Pablo Aires (PSB) emitiu nota na quinta-feira (23) sobre o inquérito, aberto pelo Ministério Público do Trabalho do RN, que apura denúncias de assédio moral, perseguição e ameaça de demissão em seu gabinete na Câmara Municipal de Mossoró.

Leia mais: MP do Trabalho abre inquérito contra o vereador Pablo Aires por assédio moral

Disse que “confia nas instituições” e que “não houve e não admite nenhuma prática abusiva em seu gabinete”.

O Blog Carlos Santos trouxe informações sobre esse inquérito, assinado pelo procurador Afonso de Paula Pinheiro Rocha.

“O gabinete do parlamentar na Câmara Municipal de Mossoró apresenta alta rotatividade de assessores. Nos últimos meses, cerca de cinco deles acabaram exonerados” assinalou o blog, após relatar as denúncias de assédio contidas no inquérito.

Confira a nota de Pablo na íntegra.

O vereador Pablo Aires informa à sociedade, que confia nas Instituições para que os fatos que envolvem seu nome, sejam apurados e a verdade seja estabelecida. O vereador informa ainda que nunca houve e não admite nenhuma prática abusiva em seu gabinete. Sobre a chefia, ele afirma que a função é desempenhada por uma profissional de Gestão de Recursos Humanos, qualificada, com mais de 10 anos de experiência. Para finalizar, o vereador afirma que está à disposição.

Blog Saulo Vale


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim