Cacim

Print

 

O Sindicato dos Guardas Municipais do Estado do RN (Sindguardas) realizou Assembleia Geral na terça-feira (26/09), em Mossoró, para discutir e deliberar sobre a luta por direitos e valorização da categoria.

Os profissionais decidiram realizar uma série de mobilizações. Além disso, vão suspender a realização de Diárias Operacionais.

Durante a assembleia geral, foi ressaltado que a Prefeitura de Mossoró descartou o acordo feito com a categoria, cujo entendimento e proposta tinham sido construídos pela própria comissão de trabalho envolvendo o Executivo. No entanto, de acordo com o sindicato, no último dia 18, o prefeito Allyson Bezerra (União Brasil) retirou esse acordo.

Segundo o Sindguardas, a gestão descumpriu o que tinha se comprometido e agora se nega a negociar a recomposição salarial e do aumento do Adicional de Risco de Vida (ARV). “Com isso, a categoria insatisfeita e sentindo-se desrespeitada decidiu que do dia 27 ao dia 30 de setembro todas as Diárias Operacionais serão devolvidas e nenhum GCM irá fazer DO”, comenta Héber Monteiro, diretor do Sindguardas/RN.

Na ocasião da assembleia, também ficou decidido que a categoria não vai desfilar no próximo dia 30 de setembro do Cortejo da Liberdade, desfile cívico-militar-cultural em alusão à abolição.

Outras mobilizações previstas para os próximos dias é a doação de sangue coletiva, entre os dias 27 e 30, e ainda a realização de panfletagem durante o evento Auto da Liberdade.

Blog Saulo Vale



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA