O policial penal identificado como Valença, lotado no Rio Grande do Norte, foi preso no início da noite deste sábado 09 de julho de 2022 , na cidade de Recife no estado de Pernambuco em uma barreira policial. Ele foi preso por suposta prática de sequestro de uma pessoa, que estava com o mesmo no carro no momento da prisão.

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN) informou que tão logo tomou conhecimento dos assassinatos das pessoas de Marcelo Cavalcanti de Medeiros Silva e de João Victor Queiroz Munay Dantas, ocorridos na madrugada de sábado (09), nos bairros de Cidade da Esperança e Cidade Satélite, em Natal na capital Potiguar,  a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) iniciou trabalho investigativo dos casos.

As investigações identificaram como suposto autor dos citados crimes um policial penal lotado no Rio Grande do Norte. De imediato, diligências foram efetuadas pelas forças policiais do estado no sentido de capturar em flagrante o suspeito, que conseguiu fugir para o estado de Pernambuco, possivelmente levando uma pessoa de refém. Lá naquele estado, foi noticiada sua prisão em flagrante em decorrência de suposto crime de sequestro cometido contra uma terceira pessoa.

Na manhã de domingo (10), a Polícia Civil do RN, por intermédio dos delegados plantonistas da DHPP, representou junto a justiça pela prisão temporária do policial penal pelos crimes de homicídio e de latrocínio praticados contra as vítimas Marcelo e João Victor, pedido atendido pelo juízo de plantão, que expediu o competente mandado.

A princípio, o suspeito encontra-se custodiado em Pernambuco, em razão do crime de sequestro, pelo qual foi preso naquele Estado, devendo ser realizadas tratativas para providenciar seu recambiamento para o Rio Grande do Norte, a fim de responder pelos crimes aqui cometidos. As circunstâncias e motivação dos crimes serão apurados em inquérito policial a cargo da DHPP.

Fim da Linha



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem