O governo do Rio Grande do Norte autorizou reajuste de 10% no Programa Leite Potiguar (PLP) para os participantes fornecedores de leite bovino e caprino classificados como agricultores familiares, médios ou grandes produtores, e às usinas de beneficiamento contratadas.

De acordo com a nova resolução do Comitê Gestor do Programa Leite Potiguar (CPLP), o preço pago pelo litro do leite bovino passa a ser de R$ 3,25 - R$ 2,05 ao produtor e R$ 1,20 ao laticínio.

Já o litro do leite caprino passa a R$ 3,90, dos quais R$ 2,70 para o produtor e R$ 1,20 à indústria de beneficiamento.

Em três anos, o programa contou com quatro reajustes, que chegam a 50%.

Os novos valores foram calculados com a aplicação da metodologia de preço baseada em estudo técnico realizado pelo Comitê Gestor, segundo afirma a secretária de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Iris Oliveira.

Uma auditoria interna realizada em 2019 em parceria com a Controladoria Geral do Estado encontrou irregularidades no programa. Desde então, segundo a Sethas, o programa passa por um processo de melhorias na gestão e reorganização e reordenamento.

Uma rede de parceiros que inclui prefeituras, secretarias municipais e organizações civis está sendo construída através do estabelecimento de Termos de Cooperação para aprimorar o processo contratação e distribuição do leite.

São participantes prioritárias programa, como consumidoras, as famílias inscritas no Sistema do Cadastro Único, em situação de pobreza e extrema pobreza, com crianças na faixa etária de um a sete anos e idosos a partir de 60 anos.

G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem