O Tribunal do Júri Popular de Mossoró condenou o médico Wilson Edino de Freitas Jales, de 49 anos, a cumprir pena em regime fechado, por ter matado com um tiro na cabeça a aposentada Francisca Alves da Silva Oliveira, 68 anos, crime ocorrido em janeiro de 2019 no município de Patu na região Oeste do Rio Grande do Norte.

A pena total estabelecida pelo Conselho de Sentença foi de 22 anos de reclusão, sendo 18 anos, pelo assassinato da aposentada e outros quatro anos pelos agravantes do crime. Na sessão de julgamento que ocorreu nesta terça-feira, 8 de março de 2022, no Fórum Dr. Silveira Martins em Mossoró, o médico foi absolvido pelo crime de tentativa de homicídio contra o marido de Francisca.

Após a leitura da sentença pelo juiz Vagnos Kelly de Figueiredo, presidente do Tribunal do Juri, o sentenciado foi reconduzido ao sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, onde deverá cumprir a pena de 22 anos de prisão.

Leia também:

Médico acusado de atirar e matar aposentada em Patu no oeste Potiguar vai a julgamento nesta terça feira em Mossoró

Fim da Linha



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem