Independência

Independencia banner

Em assembleia realizada na quinta-feira (6), os médicos prestadores de serviços ao Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, relataram que a reclamação pré-processual mediada pela juíza, que havia resultado em um acordo com o Governo para reduzir os atrasos nos pagamentos às empresas terceirizadas, não está funcionando. Os profissionais, contratados pela Empresa de Serviço de Assistência Médica e Ambulatorial (SAMA) para cobrir três UTIs, estão sem receber seus honorários desde janeiro de 2024. O atraso já acumula seis meses.

Devido à gravidade da situação, o sindicato decidiu acionar o Conselho Regional de Medicina (Cremern), autor da Reclamação Trabalhista. O objetivo é enviar um novo documento ao Ministério Público do Trabalho de Mossoró, solicitando providências para que o acordo mediado seja efetivamente implementado. A preocupação é evitar prejuízos ao funcionamento do hospital, como pedidos de demissão dos médicos ou a suspensão de internamentos nas UTIs.

Uma nova assembleia está agendada para a próxima quinta-feira (13). Se até lá não houver um retorno sobre o ofício, serão definidos novos passos para a movimentação. 

Mossoró Notícia



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO