GOVERNO

Independencia banner

 

Mossoró registra o 40° homicídio do ano de 2024: o crime aconteceu no final da tarde de segunda-feira, 06 de maio, no Conjunto Abolição II. Um homem identificado pela Polícia como Wellington Alves do Carmo Galvão foi esfaqueado durante uma briga com um rival, nas imediações do Lar da Criança Pobre.

A vítima ainda chegou a ser socorrida pelo Samu para o Hospital Tarcísio Maia, não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu naquela unidade hospitalar.

O corpo dele foi removido para o IML do Itep, onde passará por exames de necropsia e será liberado quando a família comparecer a unidade pericial com a documentação.

Prisão em flagrante

A Polícia Militar prendeu em flagrante, Francisco de Assis Barbosa da Silva, suspeito de matar a facadas Wellington Alves do Carmo Galvão.

Após o crime, os policiais do 2º Batalhão agiram com rapidez e conseguiram prende o suspeito e apreender a arma usada no crime, uma faca peixeira. Francisco de Assis precisou ser levado para a UPA, porque durante a briga com Wellington se feriu.

Após ser atendido e liberado, o suspeito de homicídio foi conduzido à delegacia da Polícia Civil de plantão e após ser autuado em flagrante foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará a disposição da justiça.

Já Wellington Alves, ainda chegou a ser socorrido pelo Samu, mas morreu ao dar entrada no Hospital Tarcísio Maia. O procedimento será encaminhado Delegacia de Homicídios, que vai investigar o caso.

Com informações do Blog Fim da Linha



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO