GOVERNO

Independencia banner
Cartazes com anuncio da greve no Hospital Walfredo Gurgel, o maior do RN — Foto: Vinícius Marinho/Inter TV Cabugi/Arquivo

Os servidores da saúde no Rio Grande do Norte encerraram na quinta-feira (25) a greve da categoria, que havia sido iniciada no dia 3 de abril. Com isso, os trabalhadores voltam ao serviço a partir desta sexta-feira (26), segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN (Sindsaúde).

Os servidores aceitaram a proposta do governo do Rio Grande do Norte, após mais de 20 dias de negociação. A reunião foi com o secretário estadual de Administração (Sead), Pedro Lopes.

A proposta foi de reajuste de 4,6% em janeiro de 2025, aplicação do cálculo da inflação em abril de 2025, aumento de 2% em janeiro de 2026 e nova aplicação do cálculo da inflação em abril de 2026.

Após a reunião, a maioria dos servidores decidiu encerrar a greve na assembleia do Sindsaúde. Em nota, o sindicato informou que a avaliação da categoria é de que essa é "uma proposta possível" e "que atende diversos pontos da pauta de reivindicações".

Segundo o Sindicato, o governo se comprometeu ainda a aumentar, a partir deste ano, a carga horária de 30h para 40h, sendo 30% dos servidores em junho; 20% em dezembro; e 20% em maio de 2025.

Outro acordo feito na reunião, segundo o Sindsaúde, foi para o pagamento de cerca de R$ 8 milhões referentes ao passivo de 2023, que serão pagos a partir de junho deste ano - cerca de R$ 400 mil por mês até outubro, com o restante sendo quitado em novembro e dezembro.

A negociação também terminou com a promessa de que o governo do RN vai abrir diálogo com o Ministério da Saúde, em maio deste ano, para a aplicação do piso da enfermagem para os servidores aposentados.

O governo do RN se comprometeu ainda a enviar dois projetos de leis para a Assembleia Legislativa, sendo um para que o plantão eventual integre a base de cálculo da gratificação natalina, e o outro para alterar a lei do reenquadramento pelo tempo de serviço para os servidores com mais de 30 anos, com previsão para ser implementado em maio de 2025.

Houve ainda, segundo o sindicato, implantação do piso da radiologia na mesma metodologia do piso da enfermagem, com paridade em maio de 2025, considerando sempre dois salários mínimos atualizados.

G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO