GOVERNO

640x128

 

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um sargento da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, de 50 anos de idade, foi preso em flagrante na sexta-feira (5) em Natal suspeito de invadir e se apropriar de imóveis desocupados. Os crimes eram cometidos na própria capital potiguar. A esposa dele também foi detida.

O nome do policial militar não foi divulgado pela Polícia Civil. De acordo com o Departamento de Combate à Corrupção e a Lavagem de Dinheiro (DECCOR LD), o sargento também intimidava e ameaçava os verdadeiros proprietários dos imóveis, depois de invadi-los, com a arma de fogo da própria PM.

O policial e a mulher foram detidos em flagrante no bairro Tirol, na Zona Leste de Natal, morando na casa de um profissional da educação física que morreu em 2023. O imóvel invadido era objeto de ação em inventário.

Ao tentar reaver a posse, a responsável pela propriedade foi ameaçada e entrou com ação de reintegração de posse.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher do policial militar também ameaçava os proprietários informando que o marido era agente de segurança e tinha autorização para usar a arma.

Segundo a Polícia Civil, o policial militar vai responder pelo crime de abuso de autoridade. A investigação da DECCOR LD apontou que pelo menos três imóveis foram invadidos pelo casal.

A Polícia Militar comunicou que as informações ficariam concentradas com a Polícia Civil e que não iria emitir nota sobre o caso.

A Polícia Civil informou que, como justificativa para invadir os imóveis, os investigados alegaram dificuldades financeiras em custear a moradia.

Com informações de G1/RN



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO