GOVERNO

640x128

 

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deflagrou nas primeiras horas de terça-feira (30) a “Operação Jus Puniendi”. O objeto da ação era o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão contra suspeitos envolvidos nos assassinatos da advogada Brenda Oliveira, de 26 anos, e de Janielson Nunes de Lima, de 25 anos, conhecido também como “Gordinho da Batata”.

Os dois foram executados dentro de um carro, no centro da cidade de Santo Antônio/RN, no dia 30 de janeiro de 2024. Relembre o caso.  

Relembre o caso: Advogada e cliente são mortos a tiros dentro de carro após deixar delegacia em Santo Antônio

A operação resultou no cumprimento de 20 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão nos municípios de São José de Mipibu, Espírito Santo e Goianinha.

A ação da Polícia Civil do RN é fruto de um trabalho integrado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Diretoria de Inteligência da PCRN, através do Núcleo de Investigação Qualificada (NIQ), da 6ª Delegacia Regional de Nova Cruz e da 66ª Delegacia de Polícia de Santo Antônio. 

Segundo a polícia, a expressão latina “Jus Puniendi” significa o poder e dever de punir, através do Estado. 



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO