GOVERNO

640x128

 


Por César Santos – Jornal de Fato

A disputa por uma vaga na Câmara Municipal de Mossoró, nas eleições de outubro, terá bem menos candidatos e candidatas em relação ao pleito de 2020. Os dados preliminares, após os prazos de troca de partido e de filiação, encerrados na sexta-feira, 5, e no sábado, 6, apontam um menor número de partidos com nominatas e, por gravidade, menor número de postulação em relação às últimas eleições municipais.

Para eleições deste ano, 10 partidos e uma federação (PT/PCdoB/PV) apresentam nomes filiados e novos filiados para a formação das nominatas. Se todos preencherem as suas chapas proporcionais, com 22 nomes cada uma, respeitando os 30% da cota de gênero, as 21 vagas do Legislativo local serão disputadas por 242 candidatos e candidatas.

Números bem inferiores aos de 2020. Naquele ano, 20 partidos lançaram nominatas e totalizaram 455 candidatos e candidatas à Câmara Municipal de Mossoró. 14 legendas conseguiram eleger representantes ao Legislativo: Solidariedade (4), Progressistas (3), MDB (3), Cidadania (2), PSC (2), DC, Patriotas, Podemos, Pros, PSB, PSD, PSDB, PT e Republicanos, com 1 eleito cada.

Agora, além do menor número de partidos com atuação na cidade, a disputa proporcional também é impactada pela mudança de regra e pela redução de duas vagas no Legislativo, que cairá das atuais 23 para 21.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO