GOVERNO

640x128

Um homem identificado como Manuel Elias de Paiva Neto, 29 anos, natural de Mossoró, foi encontrado morto, na manhã de domingo, 14 de abril de 2024, em uma estrada de barro que dá acesso ao Sítio Melancias, na zona rural de Mossoró.

A vítima estava com mãos e pés amarrados e apresentava cerda de oito perfurações de tiros no tórax, pescoço e cabeça. A PM foi acionada por volta das 10h por populares que passavam no local e se depararam com o corpo.

A perícia constatou que o homem foi levado e assassinado no local e  que os tiros foram todos a queima roupa. 

A Polícia Militar informou que por volta das 22hs da noite de sábado (13), recebeu um chamado para o Conjunto Vingt Rosado, onde a informação era de que uma pessoa teria sido raptada próximo ao um supermercado. Uma guarnição foi ao local, mas ninguém deu qualquer informação sobre o suposto rapto.

Manuel Elias de Paiva Neto era preso de justiça e cumpria pena em prisão domiciliar em decorrência de uma condenação por crime de roubo majorado. Ele foi acometido de um problema de saúde e a justiça concedeu a prisão domiciliar.

Fim da Linha


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO