Independência

Independencia banner

Um bebê hipopótamo nasceu no Aquário Natal, um zoológico localizado em Extremoz, na região metropolitana da capital potiguar, na madrugada de quarta-feira (13). O animal, que já saiu da barriga da mãe pesando entre 60 e 80 kg, provavelmente é uma fêmea e ainda não recebeu um nome, segundo a administração do local.

O bebê hipopótamo é filhote do casal Yago e Joaninha. O macho chegou ao zoológico há cerca de 10 anos, com um ano de idade. Já a fêmea tem aproximadamente 15 anos e chegou ao zoológico em 2019. A mãe hipopótamo come cerca de 70 kg de capim elefante por dia, além de 10 kg de ração.

Segundo o biólogo Douglas Brandão, fundador do aquário, a gestação durou cerca de 240 dias e é um evento relativamente raro em zoológicos do Brasil, especialmente pelos custos de se manter um animal de grande porte.

Ainda de acordo com ele, mãe e filhote estão isolados e só deverão aparecer ao público após um período de aproximadamente um mês e meio. A amamentação, segundo explica, ocorre à noite e com os animais dentro da água.

"Provavelmente é uma fêmea. Nós demos uma olhada, mas ainda estava inchado, e o problema é que o órgão é interno. A gente não quis estressar o animal", disse.

"Se for um macho, ele terá que ser mandado para outra instituição daqui a um ano e meio ou dois, porque se tiverem dois machos no mesmo local eles brigam. Já se for outra fêmea, nós conseguimos manter aqui sem problemas", explicou o biólogo.

Ainda de acordo com o profissional, o zoológico deverá organizar uma campanha no site da instituição para que o público escolha o nome do bebê hipopótamo.

Segundo o Aquário Natal, o bebê hipopótamo é o primeiro animal da espécie a nascer no Rio Grande do Norte. 

G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Governo