Governo

640x128

 

Foto: Pedro Santiago/Santa Cruz de Natal

O Força e Luz (time de camisa branca e cinza na foto) encarou o Santa Cruz de Natal no último sábado (16), em duelo válido pela segunda rodada do returno do Potiguar.

Acabou derrotado por 2 x 1 atuando como mandante no Barrettão, em Ceará-Mirim.

Mas o destaque foi o público pagante: somente dois ingressos foram vendidos de acordo com o borderô divulgado na segunda (18).

Foi o pior público da competição.

Após uma arrecadação de apenas R$ 30.

Eram 100 ingressos de valor cheio e outros 100 de meia entrada à venda.


Somente o aluguel do estádio custou R$ 3.500,00.

O prejuízo total do Elétrico, apelido do clube de Natal, ficou em R$ 10.081,90.


Acumulando prejuízo 

Esse foi o quarto jogo do Força e Luz como mandante.

O de maior público foi no empate em 1 x 1 com o ABC, no dia 20 de janeiro, com 138 pagantes.

Número que não evitou um prejuízo de R$ 8.877,25.

Os demais públicos: seis pagantes diante do Potiguar (31/1) e e 36 contra o Baraúnas (7/2).

O prejuízo total nas quatro partidas é de R$ 39.433,64.

Na luta contra o descenso

O objetivo de momento do Elétrico é se manter na elite.

Fez apenas quatro pontos no turno, ficando na última posição do Grupo B.

E soma um no returno após duas rodadas.

A equipe de menor pontuação na soma dos dois turnos será rebaixada. Hoje seria o Potyguar Seridoense, com quatro.

Restam apenas duas rodadas. O Força e Luz receberá o América e, depois, será visitante justamente contra o Seridoense.

Elenco tem dois SÉRVIOS 

O técnico Cézar Wellington conta com dois jogadores da Sérvia entre seus comandados.

O goleiro Nikola Peric, de 32 anos, já tinha defendido EC Novo Horizonte (RS) e Spartax (PB) no ano passado.

Já o meio-campista Ugljesa Radinovic, de 30, vive a primeira experiência em solo brasileiro.

Ambos são titulares.

Virou presença constante na elite

Fundado em 1966, o Força e Luz teve bons momentos no futebol local, mas ficou muitos anos ausente.

Retornou em 2014 ao futebol profissional. E está na elite desde 2018.

Chegou a ser rebaixado em 2019, mas conquistou a Segundona no mesmo ano.

A melhor campanha desde então foi o terceiro lugar em 2020, mas insuficiente para se garantir na Série D do ano seguinte.

Onefootball


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim