Governo

640x128

 

A Associação de Subtenentes e Sargentos da Polícia e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN) divulgou uma nota de repúdio com relação a notícia divulgada pelo portal Metrópoles, que apontou que os policiais locais poderiam ter sido “corrompidos” pelo Comando Vermelho e ajudado na fuga de Deibson Cabral Tatu e Rogério Mendonça Martelo, do presídio federal de Mossoró.

“As acusações sem provas que circulam nos principais portais de notícias do Estado e do Brasil são totalmente irresponsáveis, já que as investigações sobre o que levou a fuga dos detentos Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento ainda estão em curso. As matérias jornalísticas induzem, equivocadamente, o leitor a acreditar que a Polícia Militar em Mossoró é a responsável pela fuga”, afirmou a Associação, na nota.

Segundo a instituição, a calúnia contra a corporação da PM/RN parece um ‘ato orquestrado’ que visa criar uma ‘cortina de fumaça’ sobre os gastos da manutenção da operação e a demora na recaptura dos detentos. “Lembramos que a PM/RN teve papel importantíssimo na atuação conjunta com os agentes da Força Nacional no combate à violência no Estado em 2023. Bem como já realizou diversas missões com êxito em parceria com a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal em solo potiguar”, acrescentou.

Por fim, a ASSPMBMRN disse esperar que tudo seja devidamente esclarecido e, havendo responsáveis, que respondam pelas suas ações e/ou omissões na forma da lei. Entretanto, não podemos esquecer a importância dos policiais militares para a segurança pública, atuando na prevenção de crimes, promovendo ações de conscientização e orientando a população sobre medidas de segurança.

96 FM Natal


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim