Escrita

Escrita banner

 

Foto: Wilson Moreno

A partir de 2024, a dose da vacina contra a Covid-19 passa a fazer parte do Programa Nacional de Imunizações (PNI). A recomendação do Ministério da Saúde é que estados e municípios priorizem crianças de 6 meses a menores de 5 anos e grupos com maior risco de desenvolver formas graves da doença, como idosos, imunocomprometidos, gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde e pessoas com comorbidades.

“É uma mudança importante, alinhada com a Organização Mundial da Saúde [OMS], em que a vacina contra a Covid-19 passa a incorporar o nosso Programa Nacional de Imunizações. A vacina passa a ser recomendada no calendário de crianças nascidas ou que estejam no Brasil, com idade entre 6 meses e menores de 5 anos, a vacina passa a ser obrigatória no calendário vacinal”, destacou a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente do ministério, Ethel Maciel.

A secretária lembrou ainda que a vacina bivalente segue disponível em todo o país, e recomendou que quem ainda não recebeu a dose este ano busque a imunização. “A vacina vai ser anual. Se a pessoa tomou a dose deste ao, já está com a dose em dia. Essa é a recomendação da Organização Mundial da Saúde agora, dose anual”.

Como nas demais campanhas, a vacinação será aberta para grupos prioritários e, depois, havendo sobra de vacina, demais grupos serão contemplados.

TCM Notícia


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA