Governo

640x128

 


Morreu na manhã desta segunda-feira (27), aos 93 anos, o Pe Sátiro Cavalcanti Dantas. A informação foi confirmada por meio de nota, pela Diocese de Mossoró.

O padre vinha passando por um longo período com a saúde debilitada. Na sexta-feira (24), sofreu um infarto quando estava em casa e foi socorrido às pressas para o hospital Wilson Rosado, onde faleceu nesta manhã.

“Que o Bom Deus acolha em seus braços este servo fiel dando-lhe a recompensa por todo o bem que fez entre nós. Dai-lhe, Senhor, o descanso eterno e que a luz perpétua o ilumine”, disse a Diocese em nota.

Natural da comunidade de Poço de Pedra, município de Pau dos Ferros, Sátiro Cavalcanti Dantas nasceu em 22 de janeiro de 1930.

Viveu quase 70 anos de vida sacerdotal e educacional, tendo sido, por décadas, diretor do Colégio Diocesano de Santa Luzia (CDSL), onde permaneceu até a sua morte como diretor emérito.

É um dos criadores da Faculdade Católica do RN, da Fundação Socioeducativa do RN (FUNSERN), do Mosteiro Santa Clara, FM 105 e foi capelão da São Vicente por mais de 56 anos.

Também foi um dos que encabeçaram a luta pela estadualização da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Padre Sátiro foi diretor do Colégio Diocesano de Santa Luzia (CDSL) por décadas e permaneceu à frente da escola até a sua morte como diretor emérito. É um dos criadores da Faculdade Católica do RN, da Fundação Socioeducativa do RN (FUNSERN), do Mosteiro Santa Clara, FM 105 e foi capelão da São Vicente por mais de 56 anos. Também foi um dos que encabeçaram a luta pela estadualização da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Mossoró Hoje


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim