Escrita

Escrita banner

 

Em reunião na sede da Iberdrola, empresa reforça interesse de investir no Rio Grande do Norte

O segundo dia da visita da governadora Fátima Bezerra à Espanha foi dedicado às energias renováveis, com foco no hidrogênio verde, combustível limpo, essencial para a descarbonização do planeta. Pela manhã ela foi recebida na sede da Iberdrola, em Madri, pela diretora-presidente da Neoenergia Cosern, Fabiana Carvalho Lopes e pelo superintendente de operações Marcelo Lopes e se reuniu com o presidente do grupo, José Ignácio Galán. 

A agenda desta quarta-feira (04) é um desdobramento da parceria do Governo do Estado com o grupo espanhol, através de Memorando de Entendimento (MoU), para a instalação de uma usina eólica offshore na Costa do RN e desenvolvimento do Porto-Indústria Verde no Litoral Norte.

A Iberdrola desenvolve, em oito países, incluindo o Brasil, 60 projetos de hidrogênio verde e opera, em Puertollano, a maior usina de hidrogênio verde para uso industrial da Europa. 

“Foi um encontro muito importante para a economia do Rio Grande do Norte. Reconhecendo nosso potencial eólico, o presidente da Iberdrola demonstrou interesse de investir cada vez mais no setor de hidrogênio verde e de atuar também na transmissão de energia”, disse a governadora Fátima Bezerra.

A Iberdrola opera duas usinas de hidrogênio verde na Espanha. A empresa, através do grupo Neoenergia, vai desenvolver a primeira planta de hidrogênio no RN. “Estamos muito animados com esse projeto”, reforçou a governadora, ao final do encontro. 

O programa de hidrogênio verde do RN propõe um plano de ação até 2030, disposto em quatro fases, contemplando elaboração de projetos pilotos, desenvolvimento das cadeias de suprimento,  sinergia com o mercado internacional e, finalmente, a consolidação como mercado exportador e produção em larga escala.

No RN há 13 projetos de parques eólicos offshore atualmente em processo de licenciamento no IBAMA, totalizando 17,8 GW de capacidade instalada, com potencial para chegar a 55 GW.

"O Brasil hoje ocupa um lugar de destaque nas energias renováveis. E o Nordeste tem o protagonismo. Dos 937 parques Eólicos do Brasil, 827 estão no Nordeste, dos quais 265 estão no Rio Grande do Norte", disse a governadora Fátima Bezerra.

Eletrolisadores

O segundo compromisso do dia será em Puertollano. A governadora visitará a fábrica de eletrolisadores da Nordex e assina Memorando de Entendimento para o desenvolvimento da cadeia industrial de hidrogênio de baixo carbono no Rio Grande do Norte. Eletrolisadores são fundamentais para a produção de hidrogênio verde. 

A delegação potiguar busca na Espanha a captação de investimentos em energia eólica offshore (no mar), hidrogênio verde, Porto-Indústria Verde e fruticultura, além de parcerias técnicas. 

Ontem, a governadora esteve na Fruit Attraction, onde foi recebida pelo ministro espanhol da Agricultura, Luís Planas, visitou o estande do Brasil e conversou com empresários do Rio Grande do Norte e da Espanha. Quatro empresas espanholas já investem na produção de melão no RN.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA