Escrita

Escrita banner

 

Vereadora de Natal, Brisa Brachi - Foto: Elpídio Júnior / CMN

A Câmara Municipal de Natal, por meio de nota, veio a público repudiar a ameaça de estupro contra a vereadora Brisa Brachi. A vereadora de Natal tornou público a denúncia na última quarta-feira (11) a ameaça que recebeu por e-mail. Ela fez o relato tanto nas redes sociais quanto durante um pronunciamento na Câmara.

A mensagem foi enviada por uma plataforma anônima e assinada pelo pseudônimo Astolfo Bozzônio Rodrigues. A mensagem enviada descreve um cenário de abuso sexual, menciona o conhecimento do endereço da vereadora e sugere a prática do que o autor chama de “estupro corretivo” como forma de “curar” a homossexualidade, uma vez que Brisa Bracchi é publicamente lésbica.

O autor do e-mail justifica o ato como um “estupro corretivo terapêutico” e afirma que isso é uma “terapia comprovadamente eficaz para curar a homossexualidade, já que ser lésbica é considerado uma aberração”.

Confira a nota na íntegra:

“A Câmara Municipal de Natal, por meio do seu Presidente, vem a público, após o pronunciamento e comunicado da Vereadora Brisa Brachi, expressar veemente repúdio a todo e qualquer ato que atente contra a dignidade das parlamentares e, principalmente, das pessoas. Em particular, reprovamos veementemente quaisquer manifestações de homofobia.

As ameaças enfrentadas pela nobre parlamentar configuram atos criminosos que não podem ficar impunes. Informamos a todos que esta Casa Legislativa adotará todas as providências cabíveis para identificar e responsabilizar os autores dessas ações condenáveis.

Reforçamos, de maneira incisiva, nosso compromisso inabalável com a pluralidade e diversidade. A homofobia é crime, e é dever de todos respeitar toda e qualquer orientação sexual. Na Câmara Municipal de Natal, promovemos um ambiente que preza pela inclusão, tolerância e respeito mútuo.

Atenciosamente,

Eriko Jácome

Presidente da Câmara Municipal de Natal”



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA