GOVERNO

640x128

O Governo do RN está viabilizando a perfuração de 120 poços tubulares em comunidades rurais; na terça (9), entrega foi feita à Comunidade Arisco.

“É o Rio Grande do Norte inserido na modernidade energética”. A avaliação é da governadora Fátima Bezerra sobre a entrega de mais um poço tubular com sistema solar. O evento aconteceu na tarde de terça-feira (09), na Comunidade Arisco, que fica a 22 km do município de Mossoró. O sistema de energia solar instalado nos poços bombeia a água sem gastos com conta de luz. Além de ajudar na plantação, também ajuda na pastagem dos animais.

“Essa não é uma agenda qualquer, de forma nenhuma. Estamos falando de 120 famílias que passam agora a ter a garantia de segurança hídrica e autonomia energética, sem gastos com conta de energia, para que continue o seu processo de produção”, afirmou a chefe do executivo estadual ao lembrar que a agricultura familiar é capaz de assegurar a segurança e a soberania alimentar da população, sendo responsável hoje por 70% dos alimentos que são consumidos pela população brasileira. 

O poço foi entregue com sistema de captação e bombeamento de água movido à energia solar, caixa d’água para 5 mil litros e bebedouro para animais.

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), Alexandre Lima, “a instalação dos poços contribui para manter a população das comunidades rurais no campo e produzindo”, sendo considerado pelas famílias agricultoras como um grande incentivo que a agricultura familiar precisa: apoio em forma de estrutura para que as famílias possam trabalhar e produzir melhor.

“De forma inovadora no Rio Grande do Norte, pela primeira vez, estamos perfurando poços, todos com energia solar. Serão 120 poços com esse sistema”, explicou Alexandre. O investimento previsto para instalação dos 120 poços é de R$ 7.172.502,00, sendo a maior parte em recursos próprios.

No Nordeste, 66% por cento das propriedades da agricultura possui até 10 hectares, e a região possui quase 50% do total das propriedades rurais do Brasil.

“A primeira moradora que chegou à comunidade foi dona Tereza, há 48 anos. Então ficaram pisando em cima dessa água o tempo todo e carregando água na carroça. Agora, graças a Deus, está aqui o resultado. Só temos a agradecer à governadora por esse benefício direto às famílias da comunidade”, agradeceu o presidente da Associação dos Moradores do Sítio Arisco, Francisco Cândido Costa, conhecido como Tinga.

Em Mossoró são três poços desse tipo que o governo está implantando: Arisco, Guajará e Olga Benário, situadas na zona rural.  Os primeiros poços entregues estão instalados nas comunidades Barra da Espingarda e Umbuzeiro, em Caicó, beneficiando 156 famílias. 


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO