A Polícia Federal investiga um homem de 29 anos que estaria se passando por delegado da corporação em Mossoró, no Oeste potiguar. A Operação Dublê, deflagrada na manhã desta quinta-feira (28) pela corporação, busca colher provas contra o suspeito.

Segundo a PF, os policiais cumprem um mandado de busca e apreensão expedido pela 10ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte, em um endereço ligado ao investigado, no bairro Aeroporto.

A investigação foi iniciada em maio deste ano, quando uma mulher procurou a Delegacia da Polícia Federal em Mossoró para relatar que estaria sendo assediada por uma pessoa que teria se identificado como delegado da PF.

O homem teria, inclusive, enviado credenciais de membro da instituição, após suposta interação em um aplicativo de relacionamento.

"Os sucessivos e insistentes contatos tornavam explícitos o interesse do suposto autor em realizar condutas de natureza libidinosa", diz a PF.

Ainda de acordo com a corporação, o homem já responde a dois processos pela prática de crimes previstos no Estatuto do Desarmamento em Mossoró.

O investigado também foi intimado a cumprir medidas cautelares, entre elas, não manter contato com a vítima por qualquer meio.

Segundo a PF, as informações colhidas na investigação evidenciaram indícios da suposta prática dos crimes de falsa identidade, receptação, posse irregular de arma de fogo e stalking.

G1/RN



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem