Primeira reunião aconteceu na noite de sexta (8); em edição extra do Diário Oficial, foi decretada estado de emergência em 16 municípios.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte instalou na noite de sexta-feira (8) o Gabinete de Gestão Integrada (GGI), envolvendo as forças de segurança pública do estado (Secretaria de Segurança, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar, e Polícia, e todos os demais órgãos do estado. A instalação aconteceu no auditório da Escola de Governo, na Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), com a presença das forças armadas, através dos representantes dos comandantes militares de área.

“A instalação desse comitê foi determinada na manhã desta sexta e prontamente instalada para trabalharmos de forma integrada na preservação de vidas e no apoio aos atingidos”, afirmou o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Coronel Araújo.

Na primeira reunião, foi discutida a intensificação das ações para retirada das pessoas em áreas alagadas e de risco, a fiscalização e manutenção em áreas de risco nas estradas, apoio técnico e operacional da Defesa Civil Estadual à Defesa Civil dos municípios, monitoramento das bacias hidrográficas e do clima.

Diante da ocorrência de chuvas intensas no estado, já são 1.314 o número de desabrigados no Rio Grande do Norte. Até o final da tarde de sexta-feira (08), dos municípios atingidos, nove tinham encaminhado decretos de situação de emergência e dois, estado de calamidade pública - Ielmo Marinho e Pedro Velho, conforme números preliminares da Defesa Civil do RN. O sistema de monitoramento registrava também 1.354 desalojados e mais de 73 mil afetados.

Em edição extra do Diário Oficial, o Governo do Estado decretou estado de emergência em 16 municípios: Natal, Ceará Mirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Parnamirim, Nísia Floresta, Extremoz, Touros, Nova Cruz, Canguaretama, Montanhas, Várzea, Espirito Santo, Pedro Velho, Tibau do Sul, Ielmo Marinho.

A ação vai permitir a atuação menos burocratizada dos órgãos estaduais no apoio aos municípios abrangendo a Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Trabalho, Habitação e Assistência Social, Comunicação, Instituto de Águas do RN, DER, Idema.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Estadual, Coronel Marcos Carvalho, o Agreste e o Litoral foram as regiões mais atingidas com a ocorrência de chuvas em mais de 100 municípios do estado. O Rio Curimataú transbordou deixando desabrigados em Nova Cruz, Pedro Velho e Canguaretama.

“Nesse momento, a situação é relativamente tranquila, as pessoas desalojadas estão em casas de parentes ou abrigos, recebem assistência dos municípios, com o apoio da Assistência Social do Estado. Temos uma videoconferência programada para 22h para discutir e alinhar as ações e levantamentos, para amanhã muito cedo termos um panorama mais próximo do certo”, explicou Coronel Araújo.

Neste sábado, equipe do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil chega aos municípios de Nova Cruz, Pedro Velho e Canguaretama com ações humanitárias de atendimento e distribuição de alimentos aos desabrigados.

Acesso o decreto através do link: https://cutt.ly/iLd7eyK  


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem