Durante entrevista ao Cenário Político (TCM HD), na sexta-feira (24), Garibaldi Alves Filho (MDB) declarou que o fato do grupo do MDB potiguar não apoiar a candidatura do partido à presidência é uma atitude realista e não acontece somente no RN.

“Em outros estados, se tem o cenário local prevalecendo e infelizmente a 3ª via não se consolidou”, disse.

Garibaldi lamenta e lembrou que foi colega Simone no Senado e sempre houve um apoio mútuo entre os projetos de um e de outro. “Se a candidatura de Tebet tivesse se consolidado, seria uma grande candidata, mas isso não aconteceu”, completou Garibaldi.

No Rio Grande do Norte, o MDB de Garibaldi fechou coligação com o PT de Fátima Bezerra. Seu filho, o deputado federal Walter Alves compõe a chapa como pré-candidato a vice-governador.

Já Simone Tebet, depois da saída de Doria e negociações por estados, lançou a pré-candidatura com apoio do Cidadania e do PSDB, embora não seja unânime nem mesmo no seu partido, como frisou Garibaldi sobre o RN.

Simone não terá palanque no RN, nem na Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Sul, São Paulo, e nem mesmo no seu estado, o Mato Grosso do Sul, para citar alguns exemplos.

Nas pesquisas, Tebet não passou até agora de 3 pontos percentuais, ficando sempre entre 4º e 5º lugar nas intenções de votos à Presidência da República. 

TCM Notícias


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem