“O presidente estava em São Paulo, onde se reuniu com Lula e Geraldo Alckmin”, informou o secretário de Articulação e Mobilização Política do PSB-RN, Manassés Torres Duarte, explicando que o presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, desembarcou nesta quarta-feira 1º, em Brasília, após cumprir agenda em São Paulo com o pré-candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e seu vice, Geraldo Alckmin (PSB). Uma das pautas tratadas durante a reunião entre os líderes políticos foi o desejo do PSB nacional em indicar o nome do deputado federal Rafael Motta para a corrida ao Senado Federal nas eleições de outubro.

Em entrevista exclusiva ao AGORA RN, nesta quarta-feira 1ª, Manassés disse que possivelmente nesta quinta-feira 2, o partido terá novidades, referindo-se a uma provável reunião entre Rafael Motta, Carlos Siqueira e a Executiva Nacional do PSB, em Brasília, onde será discutido os próximos passos para a campanha de Rafael Motta como senador da República.

Segundo o secretário de Articulação e Mobilização Política do PSB-RN, o possível encontro está agendado para, “esta quinta-feira às 9h30, esperamos nossa reunião com o presidente nacional do PSB”, explicou.

A informação sobre a reunião com Carlos Siqueira foi confirmada pelo deputado federal e pré-candidato ao Senado, Rafael Motta, nesta quinta-feira, ao AGORA RN, “vai sim, amigo”, garantiu.

A pré-candidatura de Rafael Motta ao Senado também está na agenda do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin. De acordo com apuração do AGORA RN, o ex-governador de São Paulo se reuniu com Rafael recentemente e entende que o PSB deve repetir, no Rio Grande do Norte, a aliança majoritária que está fechada no plano nacional.

Carlos Siqueira tem deixado claro que deseja Rafael Motta na disputa pela vaga do Congresso Nacional com o apoio do PT no Rio Grande do Norte, contudo, a cúpula do PT estadual referendou, por meio de votação, resoluções que validam que o líder potiguar do PDT e ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo é o candidato a senador na chapa majoritária encabeçada por Fátima Bezerra. Com a decisão, o PT tenta barrar o projeto do deputado federal, que se lançou pré-candidato ao Senado pelo PSB e luta pelo apoio dos aliados petistas para o seu projeto ao Senado.

‘Clima é de total otimismo, no RN e na Executiva Nacional’, diz secretário

No início desta semana, reportagem publicada pelo AGORA RN adiantou que, mesmo sem contar com o apoio da governadora Fátima Bezerra (PT), o presidente do PSB no Rio Grande do Norte, Rafael Motta, tem se mostrado otimista e tem dado sinais que não desistirá da sua campanha eleitoral.

De acordo com Manassés Torres Duarte, “o PSB vai deliberar a respeito (da candidatura de Rafael Motta), mas o clima no partido é de total otimismo, aqui no Rio Grande do Norte e junto à Executiva Nacional. Estamos muito confiantes no projeto do deputado Rafael Motta, para manter a defesa das pautas progressistas no Senado Federal”, garantiu.

Ele destacou que o Senado Federal é um espaço estratégico e a esquerda não pode perdê-lo. O deputado Rafael Motta conta hoje com quem mais interessa nesse processo: a população, além de ser um nome alinhado com a chapa à Presidência da República composta pelo pré-candidato Lula e o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin como o seu vice”, pontuou.

Agora RN



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem