A juíza Anna Isabel de Moura Cruz, da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Mossoró, atendeu pedido da Procuradoria-Geral do Município e marcou uma audiência de conciliação com representantes da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) e do Ministério Público do RN. A informação é do jornalista Saulo Vale.

O encontro será na próxima quarta-feira (8) por videoconferência, às 8h30.

Na pauta, o pedido de promotor Olegário Gurgel para cancelamento dos shows de Wesley Safadão e Xand Avião no Mossoró Cidade Junina 2022, programados, respectivamente, para os dias 9 e 16 deste mês.

Se houver acordo entre Prefeitura e Ministério Público, tudo estará resolvido. Se não houver, a juíza decidirá.

Ação do MP

O Ministério Público quer que os cachês dos cantores, que somam R$ 1 milhão, sejam destinados à Educação para que a prefeitura possa contratar profissionais para atender aos alunos com deficiência da rede pública de ensino do município.

Só em atrações nacionais, a Prefeitura de Mossoró irá gastar mais de R$ 3,6 milhões no São João de 2022. Alvos do MP, os shows de Wesley Safadão (R$ 600 mil) e Xand Avião (R$ 400 mil) são os mais caros.

Mossoró Notícias



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem