Os Bancos de Leite Humano (BLH) de Mossoró está com baixa arrecadação e os estoques estão praticamente zerados.

O Portal Mossoró Hoje conversou com Edilene Torquato, Coordenadora de Aleitamento Materno do Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC), que faz um apelo as mães que estão amamentando para que façam a doação. Atualmente o Banco de Leite conta com cinco doadoras.

O leite materno é de grande importância para o desenvolvimento de bebês, mas algumas mulheres têm dificuldades com a produção de leite, principalmente em casos prematuros, e dependem da solidariedade de outras mães.

Desde o ano passado o BLH conta com o apoio do programa Bombeiro Amigo do Peito, que faz a coleta de leite materno nas residências das doadoras e entrega ao Banco de Leite da cidade.

De acordo com Edilene, com a chegada do programa Bombeiro Amigo do Peito, as doações aumentaram cerca de 30%, mas o número de doadoras ainda é insuficiente para suprir a demanda.

“Depois da entrada do Corpo de Bombeiros, as doações aumentaram por que facilitou o translado, nós não tínhamos um carro certo e agora nós temos o carro duas vezes por semana pra pegar esse leite. Mas o número de doadoras começou a diminuir e isso nos preocupa”, disse Edilene.

Ainda de acordo com Edilene, para suprir a demanda somente da maternidade Almeida Castro, seria necessário em média de dois a três litros de leite por dia.

“Temos a necessidade diária em média de dois litros de leite por dia, e nós não temos essa quantidade. Para se trabalhar com folga, a gente precisava dessa média pra não deixar faltar”, aponta.

Edilene ainda destaca a importância de um bom Pré-Natal para incentivar as mães a doarem o leite materno.

“Tudo começa no pré-natal e termina do pré-natal. Uma boa visita, um bom pré-natal, e uma boa visita pós-parto, diminui as dúvidas e aumenta o número de doadoras porque incentivaria as mulheres a amamentar, e com incentivo consequentemente a doação de leite aumenta”, explicou Edilene.

Para se cadastrar como doadora, a mãe precisa ser saudável, estar amamentando o próprio filho e querer doar o excedente. A doadora pode entrar em contato com o Banco de Leite Humano ou podem entrar em contato pelo número 193 do Corpo de Bombeiros.

Mossoró Hoje



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem