O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, alertou que seu país consideraria qualquer transporte com armas dos EUA e da OTAN como "alvos legítimos", informa o site RT.

Em entrevista exclusiva à agência TASS, na quarta-feira (13), Ryabkov disse que Moscou impedirá qualquer tentativa do Ocidente de "retardar" o desenvolvimento de sua operação militar na Ucrânia.

"As tentativas de desacelerar nossa operação especial e causar danos máximos aos contingentes russos e às formações das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk serão severamente reprimidas. 

Paralelamente, Riabkov enfatizou que Moscou atualmente não vê sentido em contatar Washington sobre o conflito na Ucrânia, dado o "apoio desenfreado" da Casa Branca a Kiev e o fornecimento maciço de armas sofisticadas.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem