A Comissão de Ética da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) aprovou por unanimidade nessa terça-feira (12.abr.2022) a cassação do mandato do deputado Arthur do Val (União Brasil), conhecido como “Mamãe Falei”.

O deputado teve áudios vazados dizendo que as mulheres ucranianas “são fáceis porque são pobres”. O caso será votado pelo plenário da Alesp como projeto de resolução –a data ainda será marcada pelo presidente da assembleia, Carlão Pignatari (PSDB).

Durante a sessão, o relator do caso, Delegado Olim (PP), classificou o teor dos áudios vazados de Artur do Val como “sexista e misógino“.

Em sua defesa, Mamãe Falei disse que o processo de cassação não é por conta do que foi falado, e sim por quem falou. Arthur do Val afirmou ser odiado “institucionalmente” pela Casa. Segundo ele, o processo não se dá por seus defeitos, mas por suas “virtudes”. Disse ainda ter ficado “muito mal” com o caso.

Poder360



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem