Um crime de homicídio com característica de execução foi registrado no início da noite de sábado, 5 de março de 2022, na cidade de Assu, região Oeste do Rio Grande do Norte. A vítima foi identificada como Pastor Roberto, morto com tiros de revolver calibre 38 quando chegava naquela cidade.

De acordo com informações da PM, o pastor havia sido preso, durante a tarde por suspeita de receptação e conduzido à Delegacia de Plantão em Mossoró. Ele foi apresentado ao delegado Valtair Camilo de Paiva. A autoridade policial analisou a situação e decidiu por lavrar o auto de prisão em flagrante em desfavor do Pastor Roberto, por crime tipificado no artigo 180 (receptação).

O evangélico pagou fiança e foi liberado para responder o crime em liberdade e ao chegar em Assu, após deixar a delegacia em Mossoró, o carro em que ele viajava foi interceptado por criminosos, que o mandaram descer do veículo e quando assim ele o fez, foi morto a tiros.

Prisão do acusado

Policiais do 10º Batalhão da Polícia Militar com sede em Assu, agiram rápidos e conseguiram prender em flagrante um homem suspeito de ter cometido o crime.

Jadson Bruno Fernandes da Nóbrega, de 22 anos foi localizado e preso em casa, na Comunidade de Arapuã, zona rural de Itajá. A Polícia não tem dúvidas de que o suspeito não agiu sozinho na ação criminosa. Ele estava com mais três elementos em um carro quando cometeu o crime.

Após ser preso, Jadson Bruno foi conduzido à Delegacia de Plantão em Mossoró e apresentado ao delegado Valtair Camilo de Paiva. Durante o depoimento ele confessou o crime e disse que o pastor já teria tentado contra sua vida, e que o mesmo teria feito justiça. Na delegacia ele foi autuado em flagrante no artigo 121 (Homicidio) e  encaminhado à Cadeia Pública de Caraúbas, onde ficará a disposição da justiça.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem