O Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 8 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap-RN). O Estado chegou a 8.002 mortes após a confirmação de quatro óbitos entre o domingo (20) e esta segunda (21). A marca supera a soma do número de homicídios dos últimos quatro anos em todo o Estado. Em números, oito mil mortes por covid superam a população de 81 municípios do Rio Grande do Norte, segundo dados do IBGE Cidades.

“Esses números expressam a grande dimensão do que essa pandemia representa para nós, como um grande problema de saúde pública”, diz a doutora Marise Reis, médica infectologista e professora do Departamento de Infectologia da UFRN. Segundo Marise Reis, a curva epidêmica da doença no Estado está em descida, mas ainda não há controle.

Apesar da marca de 8 mil mortes, os óbitos vêm caindo no Rio Grande do Norte nos últimos meses, situação atribuída à vacinação pelo Governo do RN e pesquisadores em saúde pública. Um relatório do Laboratório de Inovação Tecnológica da UFRN (LAIS/UFRN) publicado na última sexta-feira (18) concluiu que um paciente não vacinado tem 240 vezes mais chance de morrer por covid-19 do que um paciente com a dose de reforço, caso venha a fazer a forma mais grave da doença.

Vacinação

De acordo com dados do RN + Vacina, 86% da população com 18 anos ou mais no Rio Grande do Norte está com a vacinação completa e 40% da população tomou a dose de reforço.

Tribuna do Norte



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem