A ocupação das UTIs pediátricas para tratamento de covid-19 do Estado caiu para 69%, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde. Na semana passada, o número era de 83%. A diminuição é registrada após a Sesap ampliar o número de leitos disponíveis. Eram 6 leitos críticos e agora são 10, ao passo que eram 23 leitos clínicos e agora são 37. O estado conta atualmente com nove leitos críticos ocupados, sendo oito no Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, em Natal, e uma no Hospital Wilson Rosado em Mossoró. As taxas de ocupação nos locais são de 80% e 33%, respectivamente, com ocupação total de 69% nas UTI pediátricas potiguares.

Desde a noite de segunda-feira (31), a fila de espera por UTIs pediátricas para tratamento de covid-19 está zerada. Na sexta-feira passada (28), um adolescente de 14 anos com paralisia cerebral morreu enquanto esperava vaga para leito critico covid-19 em São Tomé, no Seridó potiguar. Segundo Renata Nascimento, coordenadora da Regulação em Saúde e Avaliação da Sesap, a situação no estado já está controlada. “Temos dez leitos de UTI e 37 de enfermaria no Hospital Maria Alice. Ainda na rede para covid, iremos abrir hoje (02), em Pau dos Ferros, mais dois leitos de enfermaria pediátrica no Hospital Regional Dr Cleodon Carlos de Andrade. Em Mossoró, são três leitos de UTI no Wilson Rosado, mais três leitos de UTI na Maternidade Almeida Castro e mais dois leitos de enfermaria no Hospital Regional Tarcísio Maia”, informa.

Atualmente, são 32 crianças internadas no Rio Grande do Norte por covid-19, com dez delas na faixa de vacinação. Dessas, nenhuma está imunizada de acordo com dados compartilhados pela Sesap.

Tribuna do Norte



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem