Banner 1

Em visita ao RN nesta quinta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro não usou máscara em nenhuma das solenidades que participou e nem para cumprimentar apoiadores. Em Pau dos Ferros o presidente pegou uma criança no colo por cima da grade e baixou a máscara do menino para fazer fotos.

O uso de máscara para prevenção à Covid-19 é obrigatório no Rio Grande do Norte desde maio de 2020. O decreto estadual, no entanto, não estabelece multa.

No município de Jucurutu, durante a cerimônia de assinatura da liberação de recursos para as obras da Barragem de Oiticica, o presidente Jair Bolsonaro pediu para a poetisa Larissa Dantas, de 10 anos de idade, tirar a máscara para declamar o cordel que fez para ele. Depois que a menina baixou a máscara, Bolsonaro fez sinal de "joinha", aprovando a atitude.

Uso de máscaras

Estudos sobre transmissão por vacinados e reinfecção pela Covid-19 comprovam a importância da máscara para frear a circulação do vírus e controlar a pandemia.

O infectologista Marcelo Otsuka ressalta que a máscara é uma política de saúde pública contra o coronavírus "no mundo todo" e que apenas os países que conseguiram controlar o vírus já começaram a flexibilizar o uso do item pelos vacinados.

"Poderemos começar a deixar de usar a máscara somente quando vacinarmos 75% da população no país e a taxa de infecção caia significativamente, para 0,3 ou 0,5 e se mantenha estável. Atualmente, nossa taxa de infecção é de cerca de 1,0. É muito alta", diz Otsuka.

O presidente Jair Bolsonaro quer desobrigar uso de máscara por vacinados no país. No início de junho ele pediu uma parecer sobre o assunto ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

G1


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem