Banner

OCULUM 600 120

 


Em reunião com o diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Fabrício Galvão, na manhã de quarta-feira (10), em Brasília, a governadora Fátima Bezerra entregou documento autorizando a incorporação de cinco trechos de rodovias estaduais à malha rodoviária federal em mais um passo para implantação da BR-104 no Rio Grande do Norte. A rodovia terá 215 quilômetros, partindo do município de Macau e passando por Pendências, Pedro Avelino, Afonso Bezerra, Lajes, Cerro Corá, até a divisa da Paraíba na altura do município de Jaçanã.

Com 672,3 quilômetros de extensão, de Macau/RN até Maceió/AL, a rodovia foi projetada para interligar os principais polos de econômicos do Nordeste, fortalecendo o comércio e o turismo da região. No ano passado, o trecho potiguar foi incluído pelo governo do RN no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-3), juntamente com a duplicação da BR-304.

“É importante conquista para melhoria da infraestrutura rodoviária do RN. A estrada percorre a região Central, facilitando a mobilidade e integrando aqueles municípios às demais regiões do Estado”, afirmou a governadora Fátima Bezerra. Ela lembrou que este é o segundo trecho federalizado no Rio Grande do Norte. O primeiro foi o da BR-226 entre Florânia, São Vicente e Currais Novos, que já está em obras de melhorias e adequação da rodovia ao padrão BR.

Além de interligar 12 municípios potiguares que estão no trajeto de cinco rodovias estaduais – RN-118, RN-263, RN-104, RN-042 e RN-023 -, a BR-104 propiciará a conexão entre três rodovias federais: BR-226, BR-304 e BR-406.

Estudos técnicos realizados pelo DNIT foram amplamente favorável à consolidação do projeto, bem como destacaram a grande relevância econômica da ação nos trechos das rodovias estaduais que serão federalizados.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA