Cacim

Print

 

“Há a possibilidade efetiva que eu componha a chapa do prefeito Allyson como seu vice, com total aval da senadora Zenaide e do partido”, afirmou o presidente do PSD em Mossoró, advogado Paulo Linhares, ao confirmar ao Portal Agora RN, na sexta-feira, 7, ter colocado seu nome à disposição do prefeito Allyson Bezerra (União Brasil), que buscará a reeleição à frente da Prefeitura Municipal no pleito de outubro. O gestor afirmou recentemente que anunciará o nome de seu vice em julho, após o Mossoró Cidade Junina.

Paulo Linhares, que deixou a presidência do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores (Previ) na terça-feira, 4, seguindo o calendário de desincompatibilização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), revelou que tem conversado constantemente com Allyson sobre as eleições e a formação de nominata competitiva para fortalecê-lo na Câmara Municipal.

“Fiz um gesto político, mas a decisão final é do prefeito Allyson e eu respeitarei. Sou uma pessoa experiente, exerci cargos importantes no Estado, praticamente implantei o Ipern (Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais), a Defensoria Pública do RN, o Previ Mossoró, já exerci outros cargos importantes no serviço público e no privado. Então, creio que posso contribuir não apenas para a chapa do prefeito, mas para a administração pública também”, destacou ao AGORA RN.

Conforme a coluna Opinião adiantou, em abril passado, o dono da rádio Difusora AM de Mossoró e Costa Branca tem experiência também como dirigente partidário, sendo um dos fundadores do PT no Rio Grande do Norte, em 1980, e ex-presidente do PSB. Ele entrou no PSD no ano passado, após convite da senadora Zenaide e do próprio Allyson, um dos mais importantes aliados da parlamentar no RN. “Entrei no PSD pelas mãos dos dois.”

A indicação do nome de Paulo Linhares surgiu do acordo firmado entre o prefeito de Mossoró e a senadora, ainda no início do ano passado, conforme o jornalista Bruno Barreto. Na ocasião, ao escolher migrar para a legenda comandada no Rio Grande do Norte pelo ex-senador José Agripino Maia, o gestor se comprometeu que seu vice seria indicado pelo PSD.

O que explicaria a resistência de Allyson em aceitar o apoio, atrelado à indicação do vice, dos presidentes estaduais do PL e do Podemos, os senadores Rogério Marinho e Styvenson Valentim, respectivamente. Além disso, como há a possibilidade de Allyson se candidatar ao governo do Estado em 2026, ele precisa de um vice que seja de sua confiança para assumir a Prefeitura Municipal.

Paulo também possui aliança política com Allyson desde as eleições municipais de 2020, quando atuou na campanha eleitoral do gestor. Na época, Allyson, ainda filiado ao Solidariedade, disputou o comando do Palácio da Redenção com a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP), e venceu a disputa com 65.297 votos, o equivalente a 47,52% dos votos válidos.

Agora RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA