Banner

OCULUM 600 120

 

O Hospital Municipal de Santa Cruz, na região Agreste potiguar, enfrentou uma situação emergencial ao improvisar uma embalagem de bolo como máscara de oxigênio para um bebê de apenas três meses internado com suspeita de bronquiolite. A confirmação do ocorrido foi feita pelo próprio município.

O bebê, com 3 meses e 20 dias, deu entrada no último sábado (8) apresentando sintomas graves, incluindo desconforto respiratório, congestão nasal, febre, rinorreia, vômitos e diarreia. Após ser medicado, a equipe médica solicitou uma vaga em uma unidade com UTI pediátrica, porém, enquanto aguardava a transferência, foi necessário improvisar o uso da embalagem de bolo como máscara de oxigênio.

A criança permaneceu clinicamente grave, mantendo o quadro de desconforto respiratório e taquidispneia. O hospital esclareceu que não é especializado em urgência materno-infantil e que a médica plantonista optou pela solução improvisada para garantir um atendimento adequado à criança enquanto aguardava a regulação para um leito de UTI.

No início da tarde desta terça-feira (11), o município informou que a criança foi transferida em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Varela Santiago, em Natal.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA