GOVERNO

640x128

 

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) informou a aliados mais próximos que deve mesmo desistir de sua pré-candidatura à prefeitura de Mossoró.

Por enquanto, o assunto é tratado estritamente nos bastidores, a sete chaves, mas um vídeo deve ser publicado em suas redes sociais até a próxima semana.

O maior motivo é seu próprio desempenho eleitoral até aqui.

Se teve uma votação surpreendente em 2022 na disputa à Assembleia Legislativa, com expressivos 57.046 votos, Isolda teme ir à disputa municipal e ter desempenho semelhante a 2020, quando teve apenas 8.051 votos, atrás de Rosalba Ciarlini (PP), que computou 59.034, e de Allyson Bezerra (União Brasil), que venceu com 65.297.

Duas pesquisas eleitorais divulgadas este ano mostraram alta rejeição ao nome da petista na disputa à prefeitura e baixíssimo desempenho.

Ir à campanha eleitoral com chance quase zero de vencer, pode até atrapalhar seus planos para 2026.

Soma-se a isso outro grande complicador: o desgaste do governo Fátima Bezerra (PT) em Mossoró.

Negociação

Ao mesmo tempo em que dá como certa a sua desistência, o PT sonha em apoiar a pré-candidatura a prefeito do presidente da Câmara Lawrence Amorim (PSDB), ainda que não lhe seja dado qualquer espaço na chapa majoritária.

Por enquanto, nada concreto, além de conversas agendadas e do próprio desejo árduo da cúpula do PT – municipal e estadual – de se aliar ao neo-oposicionista.

Seria uma saída para esse momento.

Lawrence só não vai ter o apoio do petismo local se ele não quiser, possibilidade que ainda não pode ser descartada.

Blog Saulo Vale



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO