Oculum

OCULUM 600 120

 

Albem (Foto: reprodução)

O Albergue de Mossró (Albem) alcançou, na última sexta-feira(17),  a marca de 5 mil atendimentos desde a sua fundação, em 2016.

O número é bastante significativo para a instituição, pois representa a consolidação de um trabalho iniciado em dezembro de 2016, que se mantém até hoje com a ajuda da sociedade.

Em pouco mais de 7 anos de funcionamento, o Albergue de Mossoró já acolheu acompanhantes de pacientes de 131 municípios do Rio Grande do Norte, 106 municípios de 19 estados do Brasil, e até de outros países (Inglaterra e Argentina).

Os 106 municípios são pertencentes aos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Amazonas, Rondônia, Tocantins, Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

“Hoje registramos o nosso acolhimento de número 5 mil e nós só temos a agradecer. Somos gratos a todos os que confiam no nosso trabalho e fazem com que mais pessoas conheçam o Albem. Somos gratos também a todos os parceiros, voluntários e funcionários que fazem com que o nosso trabalho social aconteça”, disse Mikaelly Oliveira, diretora do Albem.

Funcionamento

Na instituição, os acompanhantes dos pacientes recebem acolhimento, alimentação e conforto, de forma totalmente humanizada e gratuita.

O acesso ao Albem se dá por meio do setor de Serviço Social dos hospitais parceiros (vinculados ao SUS). Os acompanhantes que são de outros municípios podem ir até o setor e solicitar a guia de encaminhamento.

Por se tratar de uma instituição sem fins lucrativos e sem parcerias políticas ou religiosas, o Albem necessita da solidariedade da população para continuar funcionando.

Além de doações de alimentos e produtos de limpeza, também é possível contribuir com o Albergue de Mossoró por meio da campanha do Sócio Doador, indicando a instituição no Nota Potiguar, bem como comprando roupas, calçados, acessórios e móveis seminovos no Brechó e na Lojinha do Albem.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA