Banner

Print

 

Do Blog Boca da Noite

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra (União Brasil) segue sua sanha de fazer política com o fígado. O gestor municipal, na sua habitual incapacidade de ser contrariado, está agindo com muita força e com muita raiva nos partidos e pessoas que não estão aceitando o seu ultimato no que se refere à montagem das chapas que disputarão as vagas da Câmara Municipal.

A vítima da vez é o ex-vereador Jório Nogueira, atual presidente da Fundação Aldenor Nogueira.

A Fundação leva o nome do radialista Aldenor Nogueira, pai do ex-parlamentar.

Entenda o caso – O irmão de Jório, Jailson Nogueira, ocupa um cargo em comissão na Secretaria de Segurança.

Jailson foi candidato a vereador em 2020 e ficou na primeira suplência de Wigines do Gás. Ocorre que, mesmo estando ocupando cargo na gestão atual, Jailson se filiou ao PL, que até então era aliado do prefeito.

Allyson fez diversas tentativas para tirar Jailson do PL e não conseguiu.

Após seu insucesso, o prefeito achou melhor se vingar do seu irmão Jório Nogueira que está à frente da Fundação.

Para consolidar sua vingança, o prefeito solicitou ao presidente da Câmara, Lawrence Amorim, que fizesse a exoneração de Jório.

O presidente do Legislativo teve uma conversa com Jório ao meio dia de terça-feira (02), quando o comunicou do pedido de Allyson. Resta saber se Lawrence vai cumpri-lo.

Importante lembrar que Jório foi vereador em três legislaturas tendo, inclusive, em uma delas, presidido a Câmara de Mossoró.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA