GOVERNO

Independencia banner

 


Remarcações de última hora, falta de passagens e transferência de itinerário por transporte rodoviário são algumas denúncias feitas por passageiros que precisaram utilizar a linha comercial da Voepass, que opera voos Mossoró-Natal e Mossoró-Fortaleza.

O analista de infraestrutura, Carlos Sigmund, informa que enfrentou problemas ao tentar embarcar de Natal para Mossoró. “Eu tinha voo marcado para a sexta-feira às 8h25 da manhã e ao chegar no guichê sou informado que não têm mais passagens. Várias pessoas não puderam embarcar e as passagens do meu filho de 8 anos estavam canceladas”, denuncia.

Segundo Carlos, o voo foi transferido para domingo, dia 14, no mesmo horário. Ele disse que ao tentar embarcar foi barrado pela Infraero e que mais uma vez foi informado sobre o cancelamento. “Eles estavam obrigando as pessoas a fazer as suas viagens via Uber”.

No final de semana diversas pessoas relataram transtornos com o cancelamento de voos e falta de informações da companhia.

A Voepass iniciou as operações em janeiro de 2024, iniciando com operação às segundas, quartas, sextas e aos domingos, na rota Mossoró-Natal e Mossoró-Fortaleza.

Em abril, a secretária de Estado do Turismo, Solange Portela, disse em entrevista que a ocupação estava abaixo de 50% e uma reunião com o Governo do RN havia sido solicitada. A informação foi dada pela jornalista Carol Ribeiro.

TCM Notícia


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO