Governo

640x128

 


Lançado pela governadora Fátima Bezerra, o programa que vai investir R$ 428 milhões na restauração da malha rodoviária estadual está em sintonia com a política de fortalecimento e interiorização do turismo no Rio Grande do Norte, atividade econômica que gera milhares de empregos diretos no Estado e que está em pleno processo de crescimento.

O governo vai restaurar mais de 100 quilômetros de rodovias que dão acesso direto a destinos turísticos, como a RN-003 — Goianinha/Tibau do Sul/Pipa — e a RN-221 que leva a São Miguel do Gostoso. Também estão no programa outros destinos turísticos, como Serra de São Bento, Tibau e Grossos, Portalegre, praia de Diogo Lopes (Macau), Maracajaú e a RN-063 de Nísia Floresta a Tabatinga. Além disso, o programa do governo inclui outros 90 quilômetros de trechos das rodovias RN-086 (Parelhas-Equador), RN-288 (Acari-Cruzeta) que estão na área do Seridó Geoparque Mundial da Unesco, e a RN-023, que liga Santa Cruz, importante polo do turismo religioso, à divisa com a Paraíba.

“Investir em estradas é, primeiramente, pensar no bem-estar das pessoas, na segurança de quem por elas trafega, no desenvolvimento socioeconômico do Estado, na geração de emprego, na ampliação de oportunidades. Os benefícios são muitos e não se limitam ao transporte de turistas”, destacou a governadora ao anunciar os trechos que serão restaurados.

Pelas estradas de acesso a destinos turísticos trafegam ambulâncias com enfermos, caminhões transportando mercadorias para abastecer o comércio e escoar a produção local, ônibus levando para a escola e trazendo de volta para casa alunos da rede pública. No caso de Tibau do Sul, a melhoria da RN-003 vai deixar o caminho da escola mais seguro para 700 estudantes do ensino médio e fundamental.

Wanderson Borges, presidente da Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa (Asthep), destacou a importância da licitação para a melhoria do acesso ao destino da praia da Pipa, um dos roteiros turísticos mais procurados no Rio Grande do Norte. “A licitação para a reconstrução da estrada que liga Goianinha a Tibau do Sul é de extrema importância para todo os munícipes, moradores e turistas, assim como para nós empresários de Tibau do Sul”, ressaltou.

A Associação dos Hoteleiros de Tibau do Sul e Pipa conta hoje com 48 hotéis. São 2.890 leitos, o que corresponde a cerca de 80% da ocupação hoteleira em Pipa. Ele ressaltou a necessidade de conclusão da estrada para o fortalecimento do turismo no litoral potiguar. “Enfrentamos diversas dificuldades de locomoção e mobilidade nesse trecho. Esperamos que essa iniciativa se concretize de forma rápida e eficiente”, informou Wanderson.

“É uma excelente notícia para Serra de São Bento. A melhoria das estradas vai consolidar ainda mais nosso município como importante polo turístico do Estado. Agora, sim, teremos um serviço de verdade”, comemorou a prefeita Wanessa Morais, lembrando que em agosto será realizado a 12ª edição do Festival de Inverno.

Presente em todo o Rio Grande do Norte, a atividade turística apresenta uma diversidade que impacta mais de 50 segmentos, de pequenos meios de hospedagem, bares, restaurantes, condutores e guias de turismo, à produção associada como artesanato, queijos, cachaças, entre outros produtos. “A recuperação de estradas permite interiorizar, descentralizar e diversificar a nossa oferta turística, ainda muito focada no turismo de sol e praia do Litoral Potiguar. Temos produtos e atrativos com potencial riquíssimo no interior, a exemplo do Seridó Geoparque; das regiões serranas no Oeste, no Agreste, no Seridó também. Enfim, acredito que para o turismo regional vai ser uma virada de chave a melhoria dessa estrutura, desses acessos”, disse o analista técnico do Sebrae/RN, Yves Guerra.

Para a secretária de Estado do Turismo (Setur), Solange Portela, a restauração de estradas é mais um passo promissor do governo na construção de um Rio Grande do Norte mais conectado, acessível e pronto para receber os visitantes. “Estamos comprometidos em promover o desenvolvimento sustentável do RN e a melhoria das estradas contribuirá positivamente para fortalecer nossa posição como destino atrativo e impulsionar a interiorização do turismo.”


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim