Independência

Independencia banner


Entre os dias 1º de janeiro e 14 de março de 2024, o número de furtos de cabos da rede elétrica no Rio Grande do Norte cresceu 30% em comparação com igual intervalo do ano anterior. Na madrugada de quinta-feira (14), criminosos furtaram mais 1.710 metros de cabos de média tensão. Eles agiram nas estruturas de distribuição de energia que cruzam a zona rural de Grossos, litoral da região Oeste potiguar, deixando mais de seis mil pessoas sem eletricidade e prejudicando o funcionamento de comércios, serviços públicos essenciais e salineiras.

Esse foi o 11º registro de ação criminosa somente na região da Costa Branca do estado entre dezembro de 2023 e março deste ano feito pela Neoenergia Cosern. O crime da última quinta-feira (14) se soma às outras investidas criminosas que culminaram, nesse recorte temporal, no furto de mais de cinco toneladas de cabos e na derrubada e/ou quebra de 26 postes somente entre as cidades de Guamaré e Macau.

Números absolutos

1º de janeiro a 14 de março de 2024: 291 registros de furtos de cabos

1º de janeiro a 14 de março de 2023: 224 registros de furtos de cabos

Aumento: 67 ocorrências (30%)

Outros casos

Os criminosos atuaram em regiões com até 230 quilômetros de distância uma da outra nos casos até agora registrados. Na madrugada do dia 2 de março, bandidos derrubaram quatro postes e furtaram 300 metros de cabos de média tensão na zona rural de Touros, deixando 2.565 pessoas sem energia incluindo parte de São Miguel do Gostoso. Antes, no dia 1º, eles furtaram 800 metros de cabos da rede de média tensão na zona rural de Areia Branca, nas Estrutura de cabos danificada após furto em Grossosproximidades da praia de Ponta do Mel.

No dia 27 de fevereiro, os criminosos quebraram seis postes e roubaram 600 metros de cabos de alta tensão da linha de transmissão entre Macau e Guamaré, prejudicando moradores e uma empresa geradora de energia eólica.

A partir do dia 28 de fevereiro, quase 50 profissionais e 11 veículos com estrutura para atividades de maior complexidade trabalharam na reconstrução dos trechos alvos dos criminosos. O trabalho era delicado e exigiu cuidados de segurança redobrados, pois vários trechos de acesso estão alagados em função das chuvas registradas nos últimos dias.

Também no dia 28 de fevereiro, criminosos furtaram 400 metros de cabos de alta tensão em Guamaré, deixando milhares de pessoas sem energia durante quase 10 horas.

Denuncie

É possível denunciar esse tipo de crime, de forma anônima e segura, à Polícia Militar, no telefone 190, e no 116 da Neoenergia Cosern. Por questão de segurança, a população nunca deve se aproximar da rede elétrica, principalmente se ela estiver danificada por atos criminosos.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim