Governo

640x128

O Rio Grande do Norte desponta como o estado líder em rendimento domiciliar per capita na Região Nordeste, segundo os dados mais recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na quarta-feira (28). Com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, o rendimento domiciliar per capita do Rio Grande do Norte alcançou a marca de R$ 1.373, enquanto a média nacional é de R$ 1.893.

Os dados revelam um crescimento consistente ao longo dos últimos anos. Entre 2019 e 2023, o rendimento domiciliar dos potiguares registrou um aumento de 37%, saindo de R$ 998 em 2019 para R$ 1.373 em 2023.

A divulgação desses números é realizada em conformidade com a Lei Complementar 143/2013, que estabelece critérios para o rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE). Além disso, os dados são fundamentais para o cálculo dos fatores representativos do inverso do rendimento domiciliar per capita, conforme exigido pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

A PNAD Contínua é uma importante ferramenta para monitorar o desenvolvimento socioeconômico do país. Realizada desde janeiro de 2012 pelo IBGE, a pesquisa acompanha as flutuações trimestrais e fornece informações essenciais sobre a força de trabalho e outros aspectos relevantes para o estudo do crescimento do país.

A coleta das informações para a PNAD Contínua é tradicionalmente realizada de forma presencial nos domicílios selecionados. No entanto, devido à pandemia de COVID-19, a coleta foi adaptada para o formato telefônico de março de 2020 a junho de 2021, garantindo a continuidade e a precisão dos dados mesmo em tempos desafiadores.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Cacim