Banner

Print

Na manhã de domingo (18), o ministro da Justiça e Segurança Pública Ricardo Lewandowski chegou a Mossoró para acompanhar de perto as ações de recaptura dos dois fugitivos do presídio de segurança máxima localizado em Mossoró (RN). Recepcionado pela governadora Fátima Bezerra, ambos concederam entrevista à imprensa e reforçaram a importância da união de esforços para solucionar o caso o mais rápido possível.

“Estamos aqui na certeza de que haveremos de superar em breve esta situação adversa. Traçamos medidas importantes que pretendemos tomar a curto, médio e longo prazo pelo corpo técnico.  A minha presença aqui é, antes de mais nada, mostrar que o governo federal está presente, prestigiando as autoridades locais, para resolver este problema que não afeta, em hipótese nenhuma, a segurança das cinco unidades prisionais federais, mas que é um problema localizado e que será superado em breve. Com a colaboração de todos”, disse o ministro.

A força-tarefa que atua na operação de captura dos fugitivos é composta por agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e das forças de segurança estaduais. 

São mais de 300 agentes, com auxílio de três helicópteros, drones e cães farejadores, trabalhando 24 horas por dia nas buscas que se concentram em um perímetro de de 15 quilômetros no entorno do presídio.

A governadora Fátima Bezerra reforçou a importância da colaboração do Estado do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos com as forças de segurança e de inteligência federais, apoiando e auxiliando nas buscas em tempo integral. “Desde quarta-feira, quando tomamos conhecimento da fuga, disponibilizamos as nossas forças de segurança com ação integrada. Isso aqui não é nenhum favor, é o nosso dever. É o sistema único de segurança pública. É parceria, é sinergia, é entrosamento. São as nossas forças de segurança que estão aqui presentes, seja através de disponibilidade de efetivo, bem como de equipamentos, contando também com a participação colaborativa muito importante, principalmente dos estados fronteiriços - Ceará e Paraíba - e também do  Piauí”, destacou a governadora. 

“É evidente que há uma preocupação muito grande por parte da população, daí a importância dessa colaboração federativa para que possamos o mais breve possível recapturar esses fugitivos, trazê-los de volta para onde eles não deveriam nunca ter saído. Ao mesmo tempo, o ministro já tem adiantado as medidas corretivas que estão sendo definidas, que estão sendo planejadas, para que isso nunca mais aconteça”, finalizou a governadora Fátima Bezerra. 

Também estiveram presentes na recepção ao ministro Lewandowski os prefeitos de Mossoró e de Baraúna e os deputados estaduais Isolda Dantas e Dr. Bernardo Amorim, além de autoridades estaduais da Secretaria de Segurança e Defesa Social e da Secretaria de Administração Penitenciária. 

Até o final da manhã, o ministro permanecia em reuniões internas na Delegacia da Polícia Federal em Mossoró, junto com o secretário nacional de Políticas Penais, André Garcia, e com a coordenação da operação de buscas. 



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA