GOVERNO

640x128

 

O preço do botijão de gás de cozinha vai subir a partir desta quinta-feira (1) cerca de R$ 5, de acordo com o Sindicato dos Revendedores de Gás do RN (Sindgás/RN). O aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) e retorno de impostos federais, como o PIS/Cofins, influenciaram na alta.

“Somando o aumento do ICMS, que é em torno de R$ 2 a R$ 3, com o aumento do PIS/Confins, que é em torno de R$ 0,30 por litro, e o aumento do salário mínimo, esses três elementos vão dar em torno de R$ 4 a R$ 5 que a partir do dia 1º de fevereiro vai ser repassado na integralidade para os 167 municípios do Rio Grande do Norte”, afirma Francisco Santos, presidente do Sidgás/RN.

Além dos impostos, outros fatores também são importantes para composição do preço. É que o gás vendido no RN é comprado em outros estados, então tem frete, influenciado pelo valor do diesel, por exemplo.

Ainda de acordo com o Sindicato, por mês são vendidos cerca de 650 mil botijões no Estado. Com o aumento, o botijão que custava em média R$ 100 no RN, pode chegar a R$ 105.

TCM Notícia


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO