Independência

BANNER BLOG 2024 0001

Dezenove municípios do Rio Grande do Norte vão receber doses do primeiro lote de vacinas contra a dengue no Brasil que serão ofertadas na rede pública. A divulgação dos municípios foi feita pelo Ministério da Saúde na quinta-feira (25).

As cidades do RN que vão receber doses são:

  • Apodi
  • Areia Branca
  • Baraúna
  • Campo Grande
  • Caraúbas
  • Extremoz
  • Felipe Guerra
  • Governador Dix-Sept Rosado
  • Grossos
  • Janduís
  • Macaíba
  • Messias Targino
  • Mossoró
  • Natal
  • Parnamirim
  • São Gonçalo do Amarante
  • Serra do Mel
  • Tibau
  • Upanema

A vacinação tem previsão de começar no mês de fevereiro.

O Brasil é o primeiro país no mundo a oferecer o imunizante na rede pública, mas enfrenta o desafio da baixa quantidade de doses. O Ministério da Saúde vai receber pouco mais de 6 milhões de doses — 5,2 milhões foram compradas do laboratório Takeda e 1,3 milhões foram doadas.

No entanto, o público vacinado contra a doença vai ser menor, já que são necessárias duas aplicações para a imunização completa em uma janela de três meses. O volume é por limitação na capacidade de produção.

Prioridades para vacinação

Pela baixa quantidade de doses, o governo teve de definir critérios de priorização:

  • O Ministério da Saúde definiu como prioridade a vacinação de pessoas de 10 a 14 anos por estarem entre o público com maior número de internações pela doença.
  • Foram incluídos os municípios de grande porte — que são aqueles com mais de 100 mil habitantes — e com classificação de alta transmissão de dengue do tipo 2.
  • Além disso, as cidades próximas a esses locais também foram incluídas no que o governo chama de “regiões de saúde”.

Com isso, vão receber a vacina 521 cidades contempladas que incluem 16 estados e o Distrito Federal. O número representa pouco mais de 10% do total de municípios no país — 5.570.

Segundo o Ministério da Saúde, a imunização começa em fevereiro, mas não de maneira uniforme. Isso porque depende da disponibilização de doses. As primeiras unidades chegaram ao país no último fim de semana e a previsão é que o volume total de vacinas compradas sejam entregues até dezembro.O que é a 

Qdenga e como ela age?

A Qdenga (TAK-003) é um imunizante contra a dengue desenvolvido pelo laboratório japonês Takeda Pharma. O registro do imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março deste ano.

A vacina contém vírus vivos atenuados da dengue. Por isso, ela induz respostas imunológicas contra os quatro sorotipos do vírus da dengue.

A Qdenga tem efeitos colaterais?

Os estudos clínicos mostraram que pode haver reações, geralmente, dentro de dois dias após a injeção. As reações registradas foram de gravidade leve a moderada e duraram 1 a 3 dias.

🚨 Atenção: essas reações NÃO tornam o imunizante contraindicado se aplicado no público correto.

Foram relatadas com maior frequência:

  • dor no local da injeção (50%);
  • dor de cabeça (35%);
  • dor muscular (31%);
  • vermelhidão no local de injeção (27%);
  • mal-estar (24%);
  • fraqueza (20%); e
  • febre (11%).

As reações são menos frequentes após a segunda dose da Qdenga.

Com informações do G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Oculum