Banner

Print


Policiais Penais Federais (PPF) realizaram na quinta-feira (11) uma operação de transferência de presos do Sistema Penitenciário Federal (SPF) que movimentou 11 internos que cumprem pena no regime fechado.

Dos 11 presos transferidos, dois foram encaminhados para o presídio federal de Mossoró. São eles: Luís Fernando da Costa, o “Fernandinho Beira-Mar” e Gelson Carnaúba, ambos tidos como líderes da facção criminosa Comando Vermelho (CV),

Fernandinho Beira Mar, considerado líder de uma das maiores facções criminosas em atuação no País já havia estado preso na Penitenciária Federal de Mossoró, sendo transferido em 2019 para a Penitenciária Federal de Campo Grande, onde estava preso desde então.

De acordo com a Polícia Penal Federal, o rodízio de custodiados do SPF é uma medida adotada dentro da rotina de segurança das unidades prisionais, sendo uma estratégia de inteligência penitenciária que visa desarticular as organizações criminosas por meio de rodízio periódico de presos entre as penitenciárias federais.

Por se tratar de presos considerados de alta periculosidade e com posição de liderança nas organizações criminosas, a operação envolveu alto grau de complexidade e risco, minuciosamente elaborada pela SENAPPEN. Esta foi a primeira operação do tipo realizada em 2024.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA