Independência

BANNER BLOG 2024 0001

 

Terceirizados da empresa JMT, que atuam no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), Hospital da Mulher Parteira Maria Correia e Hospital Rafael Fernandes, ameaçam paralisar às atividades a partir do dia 22 de dezembro, caso não haja o pagamento dos repasses em atraso.

De acordo com a categoria, estão em atraso salário, 13º, cartão alimentação e férias.

Os setores que serão paralisados são: maqueiros, copa, cozinha, higienização, lavanderia e manutenção.

Retorno

O Blog Saulo Vale procurou a JMT, que não respondeu aos questionamentos.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) disse, em nota, que os repasses do governo à empresa estão regularizados e que “ontem foi paga uma última pendência de um contrato anterior”.

Destacou ainda que “a empresa está ciente do pagamento” e que “às vezes há um prazo para tramitação, de comunicação entre os bancos [para que o dinheiro chegue aos funcionários].

Relatou ainda que “há um acordo entre a empresa e funcionário, mediado pelo Ministério Público do Trabalho, para que o pagamento seja feito até o dia 20”.

Blog Saulo Vale


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Oculum