Independência

BANNER BLOG 2024 0001

 

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e outros 15 institutos federais agora fazem parte da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP). Com a adesão, serão implantadas 49 novas estações de rádio FM, que irão veicular programação local, dos próprios institutos, e conteúdos da TV Brasil, da Rádio Nacional e da Rádio MEC.

A solenidade de expansão da RNCP ocorreu em Brasília (DF), no Anexo do Palácio do Planalto, na quarta-feira, dia 6. O evento contou com a participação de representantes do Ministério da Educação (MEC) e da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República; de dirigentes da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e de reitores dos institutos federais.

Na ocasião, foram assinados acordos entre a EBC, o Conif e 16 institutos federais visando a operação das novas emissoras de rádio, sendo uma delas no estado do Rio Grande do Norte. Para que os novos canais sejam lançados, os institutos federais devem adquirir equipamentos de transmissão e organizar suas equipes. Um parecer emitido pela Procuradoria Geral Federal (PGF), órgão vinculado à Advocacia-Geral da União (AGU), facilita a importação de equipamentos, permitindo isenção tributária para fins científicos. O Governo Federal também planeja elaborar uma ata de compra coletiva por diferentes órgãos federais, simplificando os processos licitatórios.

Dia histórico para o IFRN

Para o reitor do IFRN, professor José Arnóbio, a assinatura do acordo é um dia histórico para o Instituto: "Agora, nosso próximo passo é viabilizar a aquisição dos equipamentos necessários para levarmos essa rádio para todo o Rio Grande do Norte o mais rápido possível. Essa ação é de extrema importância, pois teremos um canal para comunicar as atividades de ensino, pesquisa e extensão da nossa instituição à sociedade potiguar. Além disso, esse espaço também será utilizado pelos profissionais da área cultural, promovendo uma forte relação com o Campus Natal-Centro Histórico", disse.

"A adesão é uma conquista significativa para a nossa instituição, permitindo ampliar a divulgação das nossas atividades e fortalecer os laços com a comunidade. Estamos entusiasmados com essa nova parceria e confiantes nos benefícios que ela trará", ressaltou o reitor.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Oculum