Independência

BANNER BLOG 2024 0001

 

Por César Santos – Jornal de Fato

O vereador Tony Fernandes, de saída do Solidariedade, será lançado pelo Avante como pré-candidato a prefeito de Mossoró nas eleições 2024. O projeto está encaminhado e, de acordo com o planejamento do partido, o lançamento ocorrerá no próximo mês de janeiro com a possível presença do presidente nacional da legenda, deputado federal mineiro Luiz Tibé.

No mesmo evento, o Avante apresentará a sua nominata à Câmara Municipal, tendo como destaque o vereador Paulo Igo, que acompanhará Tony Fernandes na travessia do Solidariedade para o novo endereço partidário.

O diálogo de Tony e Paulo Igo com o presidente estadual do Avante, Jorge do Rosário, foi iniciado há alguns meses e ganhou força nos últimos dias. Nesta quinta-feira, 21, os dois vereadores participaram de reunião com Jorge e os pré-candidatos à Câmara Municipal pelo partido. O encontro contou ainda com a presença do secretário geral do Avante do Rio Grande do Norte, Franklin Robson.

Jorge do Rosário disse ao Jornal de Fato que a reunião foi produtiva e que o partido avançou o processo de construção de uma candidatura majoritária em Mossoró, representada por Tony Fernandes.

“O projeto do Avante é ter candidatura própria nos principais colégios eleitorais do estado. Temos, por exemplo, o ex-deputado Marciano Júnior como pré-candidato a prefeito de Parnamirim. Em Mossoró, vamos trabalhar o nome de Tony Fernandes. Isso será feito com muito diálogo, ouvindo todos que estão chegando para somar ao Avante”, disse.

O presidente do Avante ressaltou que assumiu o papel de organizar o partido em todo o estado, sendo que Mossoró, que é a sua terra natal, é vista de maneira especial. “Queremos formar um grupo forte em Mossoró, estamos trabalhando para isso. O nosso desejo é que o Avante tenha candidatura própria”, afirmou.

No entanto, Jorge do Rosário ponderou que o partido viabiliza uma candidatura à Prefeitura de Mossoró que possa ter condições de vencer as eleições. “O Avante é um partido de oposição e tem em Tony Fernandes um nome capaz de se viabilizar, mas, se isso não acontecer, vamos dialogar com outros nomes de outros grupos de oposição”, disse.

No entendimento de Jorge, a oposição precisa construir um projeto de desenvolvimento para a cidade, com políticas sociais, geração de emprego e renda. “Essa é a prioridade do Avante. Vamos dialogar com esse objetivo”, adiantou.

Nominata

O Avante já tem mais de 20 pré-candidatos a vereador. São nomes que representam diversos segmentos da cidade, mas, principalmente, com trabalho social nos bairros. Segundo Jorge, o partido terá nominata completa com 22 candidatos e candidatas, para eleger representantes na Câmara Municipal.

A nominata do Avante será puxada pelo vereador Paulo Igo, que foi bem aceito pelos demais pré-candidatos. “Outros nomes estão querendo se filiar ao Avante para disputar uma vaga na Câmara, mas só receberemos em comum acordo com todos que já estão no partido como pré-candidatos”, afirmou Jorge do Rosário.

Tony Fernandes

Tony Fernandes cumpre o primeiro mandato na Câmara Municipal de Mossoró. Eleito com a quarta maior votação para o Legislativo em 2020, recebendo 2.530 (1,83%), o Cabo Tony, como ficou conhecido pelos eleitores, foi um dos pilares da campanha vitoriosa do prefeito Allyson Bezerra, ambos filiados ao Solidariedade.

No primeiro ano de mandato, em 2021, decepcionado com a postura de Allyson, ele se afastou do prefeito, juntamente com o vereador Paulo Igo, também do Solidariedade, para formar um novo bloco na Câmara. A partir daí, o grupo passou a fazer oposição.

Tony Fernandes se destacou com posições firmes em defesa da pauta que foi prometida por Allyson em 2020 e não cumprida até hoje. Tony também criou uma pauta em defesa de lutas de minorias que são poucas visitadas pela política tradicional. É dele a lei que proíbe a soltura de fogos ruidosos, que beneficia pessoas especiais e animais.

Com isso, Tony ganhou espaço. Neste ano, ele assumiu a liderança da bancada governista na Câmara. Foi ele que liderou o movimento contrário ao aumento dos salários do prefeito, vice-prefeitos e secretários e da remuneração dos vereadores, com validade a partir de 2025.

O mandato em destaque alçou o vereador para a faixa majoritária, com o seu nome sendo visto como viável à disputa pela Prefeitura de Mossoró.

Tony ainda não disse abertamente que aceita disputar a sucessão municipal, mas ressalta que o seu nome está à disposição para liderar um projeto em prol do desenvolvimento da cidade. “Se a estrutura for viabilizada, aceitarei o desafio”, disse em uma entrevista à série “Cafezinho com César Santos”.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Oculum