Independência

Independencia banner
Foto: Bruno Santos

Uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que o Rio Grande do Norte teve o maior percentual de usuários de internet do Nordeste. Das 2,6 milhões de pessoas conectadas, a maioria acessa internet todos os dias da semana.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua realizada no último trimestre de 2022, que detalhou o consumo e acesso à internet.

Diante da população estimada pelo próprio IBGE para o estado no período da pesquisa, de aproximadamente 3,1 milhões de pessoas de 10 anos ou mais de idade, 85% desse número, o que representa 2,6 milhões de pessoas, afirmaram que utilizavam internet. Este é o maior percentual entre os estados do Nordeste.

O percentual vem crescendo desde a pesquisa realizada em 2016, quando, à época, 61,2% da população de 10 anos ou mais utilizava a internet. Esse número passou para 74,3% em 2019, em seguida para 81,8% em 2021.


Consumo de internet

No recorte entre estudantes, 92,8% do total apontaram que utilizaram a internet em 2022. A quantidade de acesso entre os não estudantes foi de 82,2%.

A utilização da internet no Rio Grande do Norte em 2022 também foi pesquisada pelo sexo. 87,7% das mulheres utilizaram internet no ano passado. O dado é maior do que os 82,5% de homens que utilizaram no mesmo período.

Em relação ao nível de instrução, o maior percentual de utilização foi na camada da população com nível superior incompleto (99,4%), seguido de perto pelo superior completo (99%). O menor índice esteve na população sem instrução ou com ensino fundamental incompleto (68,9%).


Faixa etária

Na divisão entre os grupos de idade, apenas 55% da população que está na faixa etária acima de 60 anos utilizou a internet no período apontado em 2022. Os maiores percentuais foram no grupo etário de 25 a 29 anos (96,8%) e entre 20 e 24 anos (95,6%).

Finalidade do uso

Sobre a finalidade do uso da internet, a opção para conversar por chamadas de voz ou vídeo teve o maior índices, com 96,1%. A segunda finalidade mais apontada foi assistir a vídeos, inclusive programas, séries e filmes (92%). Outras finalidades também apontadas envolvem enviar ou receber mensagens de texto, voz ou imagens por aplicativos diferentes de e-mail (91,9%), usar redes sociais (87,8%), ouvir músicas, rádio ou podcast (85,2%).

G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO